Mobilidade Urbana Ônibus

DF: Viação Piracicabana ganha certificação de ISO 9001:2015

Foto: Fernando Sousa/Bsb Mobi

A Viação Piracicabana Distrito Federal recebeu, na última quarta-feira (17/10), a certificação do ISO 9001:2015. A empresa tinha o certificado na versão 2008. Porém, com a análise da empresa certificadora, o prêmio foi atualizado para a versão 2015.

Os chamados “macroprocessos” da Piracicabana foram analisados, tais como: operação, manutenção da frota, insumos, recursos humanos, área financeira, comunicação, tecnologia da informação e sistema de gestão da qualidade. A empresa foi bem avaliada em todos esses quesitos.

Piracicabana comemora conquistas em cinco anos de DF

No último dia 20, a empresa completou cinco anos de atuação no Distrito Federal. Em 2013, ganhou a licitação para prestar serviços de transportes na chamada área 1 do Distrito Federal, que engloba o Plano Piloto, Cruzeiro, Sudoeste, Varjão, Lago Norte, Sobradinho I e II e Planaltina, além de ter linhas também para Guará, Cidade Estrutural e Águas Claras.

Boa parte da sua frota de 525 ônibus tem menos de um ano de utilização. Somente em 2018, a empresa apresentou ao público 70 ônibus novos movidos a biodiesel, que atendem aos passageiros em diversas linhas. Dentre esses veículos, 9 deles são abastecidos com biodiesel B-20, com 20% de matéria prima limpa.

Foto: Fernando Sousa/Bsb Mobi

Além disso, é a única empresa no DF e região a possuir ônibus movidos a energia elétrica. São 3 unidades que não utilizam óleo diesel, mas o desempenho e a velocidade média alcançada é semelhante aos veículos movidos a combustão. O motor desses ônibus é completamente silencioso, trazendo um maior conforto para funcionários e passageiros.

Ônibus movido a energia elétrica. Foto: Viação Piracicabana/Divulgação

O sistema de biometria facial, presente em toda a frota do DF, foi testado primeiro na Viação Piracicabana. Os ônibus que atendem à linha 0.110 (Rod. Plano / UNB) foram os primeiros a receber os equipamentos de verificação facial. A implementação da tecnologia gerou economia aos cofres públicos, uma vez que o objetivo de sua implantação é combater fraudes nas gratuidades.

Higor Viana

Jornalista formado desde 2017, atua como repórter e assessor de imprensa. Editor-chefe do site Bsb Mobi.

Comentar

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta