Mobilidade Urbana Ônibus

Entorno DF: Cooperativa readequa linhas circulares de Valparaíso

Foto: Rafael Delazari/Reprodução

Operadora alega que alteração foi necessária para obter viagens mais ágeis


A Cootranride, responsável pelo transporte municipal em Valparaíso de Goiás, alterou o funcionamento de suas linhas. As mudanças no transporte coletivo da cidade começaram a vigorar na última quarta-feira (2/1). A promessa é dar mais agilidade nas viagens que, de acordo com a cooperativa, sofrem com constantes atrasos devido à extensão do trajeto percorrido pelos ônibus.

Antes da mudança, os ônibus saíam de Céu Azul e percorriam a cidade inteira até o ponto final. Depois que a viagem era encerrada, o coletivo retornava ao terminal em Céu Azul repetindo o mesmo trajeto no sentido inverso. A BR-040 está inclusa neste percurso, tanto na ida quanto na volta. A Cootranride justifica que as duas passagens que o ônibus fazia pela rodovia atrasavam a viagem. A solução encontrada pela cooperativa foi dividir esse percurso em dois trechos.

Segundo a operadora, foi criado um ponto de apoio na Etapa “E”, onde as linhas fazem integração. Os itinerários que percorrem o Valparaíso I (Etapa “B”) irão até o ponto citado na Etapa “E”. Já os ônibus escalados para circular em Valparaíso II, Cidade Jardins, Pacaembu, CAIC e Cruzeiro do Sul vão sair da Etapa “E” direto pela BR-040 sentido Shopping Sul. O sistema de transporte municipal é dotado de bilhetagem automática, que permite a integração entre as linhas.

O presidente da Cootranride, Ronaldo de Sousa Silva, explica que alguns lugares com menor demanda tiveram uma redução de viagens. “O passageiro de Céu Azul, Pacaembu e Valparaíso II, que é de onde vem nossa maior demanda, agora tem viagens mais rápidas e com uma frequência maior”, disse Ronaldo.

Nova linha começa a circular nesta terça-feira (8)

Para suprir a falta de ônibus em algumas localidades, Silva informa que a cooperativa implantou uma linha exclusiva para o bairro Valparaíso I, que começou a operar nesta terça-feira (8). A nova linha, com frequência média de 15 minutos, percorre a Etapa “B”, Valparaíso I por baixo, vai até o Atacadão e retorna pelo Shopping.

“Essas pessoas que ficaram prejudicadas na Etapa “B” hoje não vão ficar mais porque vai ter um circular exclusivo para o bairro.” Ronaldo de Melo Silva, presidente da Cootranride

A mudança, segundo o presidente, provocou uma redução de 20 minutos no tempo médio gasto na viagem. “Tinha viagem nossa que durava até duas horas, o suficiente para chegar em Goiânia. Agora imagina um passageiro ficar esse tempo todo em um ônibus?”, afirma o presidente.

A tarifa dos ônibus municipais em Valparaíso custa R$ 2,50. A Cootranride possui 30 veículos em sua frota, que circulam em cinco linhas transportando 6 mil passageiros em média.

Redação

O BSB Mobi é um portal de notícias especializado em mobilidade urbana. O site traz as principais informações sobre o tema em todo o Brasil, com foco principal no Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta