Mobilidade Urbana Trem, Metrô e VLT

DF: Cristiano Araújo desiste de ocupar diretoria do Metrô-DF

Foto: CLDF/Reprodução

Indicado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) para ser diretor administrativo do Metrô-DF, o ex-deputado distrital Cristiano Araújo (PSD) desistiu de ocupar o cargo. A decisão foi tomada pelo ex-parlamentar nesta quarta-feira (16/1), após reunião com o chefe do Executivo.

Ao portal G1, Araújo informou que não queria mais assumir a diretoria porque, para ele, o desgaste gerado pela indicação “não estava valendo a pena”. “Foi uma decisão minha e do governador. Sentamos e decidimos juntos”, contou.

Agora, Ibaneis estuda outros currículos para ocupar o cargo no Metrô. O nome indicado precisa ser aprovado pelo conselho administrativo da companhia.

Cristiano ocupava uma cadeira na Câmara Legislativa por três mandatos consecutivos desde 2007. Ele foi candidato novamente em 2018, mas não conseguiu se reeleger.

A indicação do ex-deputado para o cargo na estatal causou polêmica. Cristiano é réu por corrupção passiva na operação Drácon. Ele é acusado de receber propinas em troca de emendas parlamentares.

Além disso, uma lei federal de 2016 impede a nomeação de pessoas que tenham atuado na direção de partido ou feito campanha nos últimos três anos.

Ibaneis voltou atrás em outra indicação para o Metrô-DF

Ibaneis Rocha chegou a indicar, no mês de dezembro, o deputado distrital Wellington Luiz para a presidência do Companhia do Metropolitano. No entanto, o governador não seguiu adiante com o intento de nomear o parlamentar.

O chefe do Executivo explicou que voltou atrás pois o Ministério Público recomendou que não haja nomeação de deputados para empresas públicas. Handerson Ribeiro, ex-presidente da Valec, acabou assumindo a presidência do Metrô-DF no dia último dia 9,

Redação

O BSB Mobi é um portal de notícias especializado em mobilidade urbana. O site traz as principais informações sobre o tema em todo o Brasil, com foco principal no Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta