Infraestrutura

DF: MPDFT entra com ação para impedir trânsito de veículos sobre barragem do Paranoá

Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Investigação da promotoria afirma que há riscos no uso contínuo da represa como via de passagem de veículos


O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) quer a interrupção do trânsito sobre a Barragem do Lago Paranoá. A construção é parte integrante da DF-001 e liga o Lago Sul ao Paranoá e ao Itapoã. A ação foi ajuizada pela 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema) na última sexta-feira (1º/2).

O documento aciona o Governo do Distrito Federal, o Departamento de Estrada de Rodagens (DER) e a CEB Geração. Os réus ficariam obrigados a construir uma segunda pista de ligação entre as localidades, que seria destinada ao tráfego de veículos. A estrada sobre a barragem deveria ser usada apenas para o acesso do maquinário que faz os trabalhos de manutenção.

Outro ponto abordado pela ação são os novos empreendimentos imobiliários na região. A Prodema quer impedir as novas construções e alega que o crescente tráfego sobre a barragem aumenta os riscos de acidentes. “O adensamento populacional, a falta de planejamento e a omissão dos réus por anos a fio causam a sobrecarga da estrada de serviço e põem em risco a integridade da barragem”, afirma o texto.

Segundo a Prodema, “a omissão dos réus é grave e deve ser prontamente corrigida pelo Poder Judiciário a fim de evitar tragédias e desastres causados pelo uso abusivo da estrada de serviço da Barragem do Paranoá”. Se condenados, os réus também deverão compensar o dano ambiental causado.

DER-DF incia reforma sobre a Barragem do Paranoá

Nesta quarta-feira (6), o DER-DF começa a fazer trabalhos de recapeamento asfáltico na pista sobre a Barragem do Paranoá. A previsão é que a intervenção dure 15 dias. Os serviços incluem o reforço de 5 cm de pavimento asfáltico, além de sinalização e limpeza das saídas de água (drenagem). Os trabalhos tiveram início no sentido Paranoa / Lago Sul.

Além disso, a partir do dia 1º de março, o tráfego de caminhões acima de dois eixos estará impedido. O departamento indicará rotas alternativas para os motoristas destes veículos. Contudo, o trânsito de ônibus do transporte coletivo segue normal.

Obras iniciaram nesta quarta-feira (6). Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

CEB classifica barragem como de “baixo risco”

Em um encontro na Câmara Legislativa com deputados distritais durante a segunda-feira (4), o presidente da Companhia Energética de Brasília (CEB), Edson Garcia, afirmou barragem do Paranoá apresenta baixo risco de rompimento. Na ocasião, um relatório foi entregue aos parlamentares. Segundo o documento apresentado CEB, a barragem do Paranoá foi classificada como “Risco B”.

O presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB), informou que, nos próximos dias, o presidente da Caesb, Fernando Leite, também será ouvido para apresentar a situação das barragens controladas pela empresa.

Redação

O BSB Mobi é um portal de notícias especializado em mobilidade urbana. O site traz as principais informações sobre o tema em todo o Brasil, com foco principal no Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta