Infraestrutura

DF: Projeto de reforma no Setor Hospitalar Sul prevê acessibilidade

Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação encaminhou um projeto de requalificação dos espaços públicos à Secretaria de Obras e à Novacap. O objetivo, segundo o órgão, é melhorar a acessibilidade e organizar o trânsito no Setor Hospitalar Sul.

A proposta faz parte de uma iniciativa chamada NósUrbanos. Ela é uma política de melhoria dos espaços públicos de várias localidades do DF que já estão estabelecidos. No caso do Setor Hospitalar Sul, o plano foi elaborado pela pasta e tem recursos destinados por meio do Fundo de Desenvolvimento Urbano do Distrito Federal (Fundurb).

A licitação deve ser lançada em 90 dias. As obras devem durar 180 dias, a partir da data de assinatura do contrato com as empresas vencedoras. Segundo o GDF, o Fundurb é quem vai custear a obra. Assim sendo, o serviço não compromete as despesas prioritárias do Estado, tais como pagamento de servidores e custeio de Educação e Saúde.

Pedestre será priorizado de acordo com projeto

Uma das intervenções listadas é a ampliação da largura das calçadas. Elas passam dos atuais 3,5 metros para 6 metros. A razão disso é o intenso fluxo de pessoas com deficiência permanente ou momentânea ao redor de áreas hospitalares.

Para que isso seja possível, cada faixa de rolamento terá 3,5 metros de largura. Atualmente, as pistas tem 7 metros ao todo, mas uma das faixas é ocupada por carros estacionados irregularmente que acabam obstruindo o acesso de carros de emergência aos centros médicos.

A ideia é que as vias tenham largura suficiente para possibilitar o trânsito dos veículos. As vagas para táxis também serão demarcadas. “O objetivo é devolver a cidade para as pessoas”, afirma o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Mateus Oliveira.

Estacionamentos públicos serão readequados

O projeto estabelece ainda a reorganização de duas grandes áreas de estacionamentos públicos próximas à via W4 Sul. Serão criados canteiros com vagas demarcadas, para evitar a formação da fila dupla e criar passagens para pedestres.

O bolsão de vagas entre a 716 Sul e a Estrada Setor Policial Militar, ao lado de um hospital privado de grande porte, será dividido em dois trechos. Será implantada no local uma praça de convivência que, no futuro, pode ser transformada em um ponto de integração ao transporte público.

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) também avaliará a velocidade média na região. De acordo com a proposta, os veículos poderiam transitar a 30km/h, dando a possibilidade de circulação de bicicletas na faixa.

Redação

O BSB Mobi é um portal de notícias especializado em mobilidade urbana. O site traz as principais informações sobre o tema em todo o Brasil, com foco principal no Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta