Mobilidade Urbana Trem, Metrô e VLT

Entorno DF: “É possível fazer” trem entre o DF e Entorno, afirma Mourão

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Em um evento com o grupo de líderes empresariais de Brasília (Lide-DF), o presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, afirmou que o Governo Federal viabilizará a operação do trem regional entre Brasília (DF) e Luziânia (GO). O encontro aconteceu nesta terça-feira (19/3). As informações são do portal Metrópoles.

“Buscaremos recursos para viabilizar o trem Brasília-Luziânia”, disse Mourão. O presidente em exercício disse ainda que o projeto de transporte entre as duas cidades é viável. “Não são muitos os gastos, é possível fazer”, prosseguiu. A afirmação foi feita pelo vice-presidente após encontrar-se com o governador Ibaneis Rocha (MDB), também no evento. Ambos falaram reservadamente sobre o assunto.

O secretário de Fazenda e Planejamento do DF, André Clemente, afirma que o sistema está muito perto de começar a funcionar, com trilhos e vagões. “O presidente Hamilton Mourão demonstrou muita boa vontade de ajudar no que for necessário”, ressaltou o chefe da pasta.

O vice-governador Paco Britto, que também compareceu à solenidade, confirmou que Mourão está disposto a colaborar para viabilizar a operação do trem de passageiros entre Goiás e o DF. Segundo Britto, o governador mostrou a Mourão a necessidade de mais apoio federal para o projeto, especialmente, para estrutura de estacionamento e movimentação técnica dos vagões.

O trem do Entorno

Há pouco menos de um mês, o governador Ibaneis se reuniu com o ministro Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Desse encontro, o chefe do Executivo distrital disse que as operações do trem do Entorno iniciariam-se em até 60 dias. Para que isso fosse possível, é necessária a liberação de R$ 3,4 milhões.

Essa etapa de testes pode durar até seis meses segundo o governador. Mas, a princípio, os passageiros vão ficar de fora. O trem percorre sai do estado de Goiás em direção à Rodoferroviária, próxima ao Shopping Popular.

A ideia inicial do GDF era começar a fase de testes em janeiro. Na época, a promessa é que toda a verba seria bancada pelo Governo Federal. No entanto, após a reunião de fevereiro, ficou acertado que o GDF bancasse R$ 2,4 milhões desse montante enquanto a União arcaria com o restante do valor.

BSB Mobi

Site especializado em notícias sobre mobilidade urbana, especialmente na região do Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar