Mobilidade Urbana Trem, Metrô e VLT

GO: Caiado visita São Paulo para avaliar implantação de VLT no Eixo Anhanguera

Foto: Internet/Reprodução

Na última quinta-feira (21/3), o governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), esteve em São Paulo na 25ª Edição da Intermodal South America 2019. O objetivo da visita foi conhecer o trabalho da empresa chinesa BYD (Build Your Dreams). A montadora, que é especializada em alta tecnologia de energia limpa, pode investir na implantação de um VLT no Eixo Anhanguera.

“A BYD apresentou a nós um projeto para aquele eixo da Avenida Anhanguera, feito com uma nova tecnologia de monotrilho, que eles já estão instalando na cidade de Salvador”, explicou Caiado. Nas palavras do governador, a implantação desse novo sistema pode dar “maior agilidade ao transporte na capital”.

Caiado disse que a tecnologia da empresa chinesa BYD pode somar mais conhecimento sobre energia limpa ao Estado. “Além de buscar o menor preço, ao mesmo tempo buscamos qualidade e respeito ao meio ambiente”, completou.

O secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Wilder Morais, que fez parte da comitiva do governo de Goiás, esclareceu ainda que a empresa se interessou em instalar uma fábrica no estado. “As condições para investimentos em Goiás chamaram a atenção da empresa, que buscou contato com o governo, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços”, contou Wilder.

Tecnologia de monotrilho é utilizada na Bahia

A multinacional chinesa é a responsável pela implantação de um VLT no subúrbio de Salvador (BA). A linha, que tem uma extensão de 19 quilômetros, terá veículos movidos a energia elétrica que não emitem poluentes. O diretor de negócios da BYD Auto, Alexandre Liu, afirma que o sistema de monotrilhos é mais rápido.

“Estamos ansiosos para participar do projeto de Goiânia”, afirmou. Liu disse que o sistema que pode ser levado à capital goiana conta com tecnologia de reconhecimento facial, sistema superecológico que vai evitar o trânsito e fazer o usuário ter internet de alta velocidade com intervalo de parada mais curto. “Vai ser uma ótima solução para cidade, além de economizar vias, vão liberar duas vias, no caso para veículos ou até um parque dependendo do que for melhor para a população”, descreve.

Futuro do Eixo Anhanguera é incerto

Conforme já noticiado pelo BSB Mobi, o futuro do Eixo Anhanguera sob operação estatal ainda é tido como incerto. Na última sexta-feira (15/3), o governador Ronaldo Caiado e o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, se encontraram para tratar sobre a operação da Metrobus.

Durante o encontro, Caiado e Iris avaliaram possibilidade privatização da empresa. Caiado disse que, em meio ao cenário de crise econômica, o estado “não tem que tomar conta de ônibus”. Mas, caso uma privatização seja concretizada, “o Estado regulará e fiscalizará o serviço para garantir a qualidade do transporte coletivo”.

Já Iris afirma que a prefeitura vai tocar um processo licitatório para “buscar a melhor empresa para substituir a função do Estado”. “O foco é melhorar o serviço prestado ao cidadão”, afirma Rezende.

BSB Mobi

Site especializado em notícias sobre mobilidade urbana, especialmente na região do Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar