Mobilidade Urbana Ônibus

DF: Ônibus é o meio de transporte utilizado por 52,8% da população no Itapoã, diz PDAD

Foto: Fernando Sousa/Bsb Mobi

A Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) divulgou, nesta quarta-feira (27/3), os números da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílio (PDAD) de 2018 relativos à cidade do Itapoã. Os dados da pesquisa indicam que o ônibus é o meio de transporte mais utilizado pela população empregada da cidade. Confira aqui a pesquisa completa.

Cerca de 52,8% dos moradores entrevistados revelou que utiliza o transporte coletivo para chegar até o serviço, enquanto 29,5% faz uso de automóvel particular e 13,6% não utiliza nenhum transporte, se locomovendo a pé. O transporte sobre duas rodas faz parte da rotina de 8,5% dos entrevistados, sendo que mais da metade desse grupo (5,5% do total) anda de motocicleta e o restante (3% do total) utiliza a bicicleta.

O tempo de deslocamento entre a residência e o serviço varia entre 15 e 30 minutos para 27% da população. Enquanto isso, 25,4% dos entrevistados afirma que gasta entre 30 e 45 minutos até o trabalho e 21,9% leva menos de 15 minutos.

Além disso, 14,4% dos pesquisados estima que demora de 45 minutos a uma hora até o trabalho, 7% leva de uma hora a uma hora e meia, e 1,1% chega a levar até 1 hora e 45 minutos no trajeto.

O transporte coletivo também é o mais utilizado entre os estudantes, pois 35,6% deles o ônibus para ir à escola. Enquanto isso, 20,1% do total segue caminhando até a instituições de ensino. Além disso, 32,4% dos estudantes  pesquisados preferem o transporte escolar público ou privado, enquanto o automóvel é o meio utilizado por 9,1% deles.

Plano Piloto é o principal destino entre os trabalhadores

Segundo a PDAD, o Plano Piloto concentra a maioria dos postos de trabalho ocupados pela população do Itapoã. Cerca de 32,4% dos moradores empregados revelaram que trabalham no centro do DF. O Itapoã é o local de trabalho de 18,7% dos moradores, seguido pelo Lago Sul, que recebe 11,6% da força de trabalho do local.

O Paranoá, cidade vizinha, recebe 6,5% dos trabalhadores do Itapoã, seguido de perto pelo Lago Norte (6,2%). Há ainda quem vá até a região norte do DF para trabalhar: 3,3% dos empregados da cidade disseram trabalhar em Sobradinho. E 9,5% dos pesquisados informou que trabalha em outras cidades.

Perfil da população local

No Itapoã, a população é predominantemente de média e baixa renda. 53,2% dos moradores revelou que ganha entre um e dois salários mínimos, enquanto para 22,8% dos pesquisados, o ganho mensal é de 1 salário mínimo ou menos. Há ainda um grupo de 19,9% de moradores que afirmou que ganha entre dois e cinco salários mínimos e 3,1% afirma ganhar acima de cinco salários mínimos.

PDAD 2018

Nesta quarta-feira (27), a Codeplan iniciou a divulgação dos dados da PDAD 2018 levando em conta as cidades do DF. As 31 regiões administrativas foram divididas em sete grupos chamados Unidades de Planejamento Territorial (UPT).

Os números anunciados nesta quarta correspondem à UPT da região leste do DF. Ela é composta por quatro cidades: Itapoã, Jardim Botânico, Paranoá e São Sebastião. Confira abaixo os dados referentes às outras cidades:

Jardim Botânico: apenas 6,8% dos moradores utiliza transporte público na viagem ao trabalho, informa PDAD

Paranoá: 60,3% da população local utiliza ônibus para ir ao trabalho, afirma PDAD

São Sebastião: segundo PDAD, 54,5% dos moradores da cidade vão ao trabalho de ônibus

BSB Mobi

Site especializado em notícias sobre mobilidade urbana, especialmente na região do Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar