Trânsito

Maio Amarelo: Câmara Legislativa do DF alerta condutores sobre perigos no trânsito

Foto: Carlos Gandra/CLDF

Debate foi presidido pelo deputado distrital Valdelino Barcelos (PP)


O plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal foi palco de um debate sobre a campanha Maio Amarelo. A iniciativa, que teve início no Brasil em 2011 e foi levada a outros países, foi lembrada nesta quinta-feira (16/05/19), em um debate presidido pelo deputado distrital Valdelino Barcelos (PP).

O principal assunto colocado pelos representantes do governo e sociedade civil foi a segurança no trânsito. Em 2019, a campanha veio com o slogan “No Trânsito, o Sentido é a Vida”. E foi justamente essa a mensagem deixada pelos alunos da Escola Classe 411 Norte, no Plano Piloto. “Pare, olhe, siga as regras, senão você dança”, diz o trecho de uma canção cantada pelos alunos.

O alerta foi direcionado principalmente para os motoristas. Fábio Medeiros, representante do Sindicato dos Servidores do Detran-DF, lembrou que campanhas antigas nunca responsabilizavam os motoristas. De acordo com Ele mencionou que 90% dos acidentes de trânsito são causados por erro humano. “O condutor tem que mudar de atitude”, ponderou.

Segundo o diretor-técnico da TCB, Vitor César Batista, destacou que o grande aumento na frota de veículos particulares trouxe “todas as mazelas do transporte inchado nas cidades brasileiras”. “Nenhuma solução será efetiva se não for por meio do transporte público coletivo”.

Valdelino Barcelos (PP), presidente da comissão, destacou o significado da cor amarela designada pela campanha, que representa a atenção que as pessoas devem ter no trânsito. “A casa legislativa contribui trazendo debates como esse”, diz o distrital.

A mesma linha de argumentação é utilizada pelo presidente da CLDF, deputado Rafael Prudente (MDB). “Esse é um debate que vem como tantos outros para a Câmara Legislativa e tem um impacto muito grande, porque temos um monte de problemas para resolver no sistema viário e a prevenção de acidentes na nossa cidade”,  ressalta.

Dados

– Segundo a OMS, cerca de 1,35 milhão de pessoas morrem a cada ano em decorrência de acidentes no trânsito;

– As lesões ocorridas no trânsito são a principal causa de morte entre crianças e jovens de 5 a 29 anos, revela a OMS;

– Pedestres, ciclistas e motociclistas respondem por mais da metade de todas as mortes no trânsito;

– No Brasil, as três principais causas de morte no trânsito são: excesso de velocidade, consumo de álcool e utilização do celular.

BSB Mobi

Site especializado em notícias sobre mobilidade urbana, especialmente na região do Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar