Carros, Táxis e Aplicativos Mobilidade Urbana

DF: Detran-DF estuda anular multas de “bons motoristas”

Foto: André Borges/Agência Brasília

Benefício seria aplicado em infrações leves ou médias


“Vamos premiar os bons motoristas”. Essa é a promessa do novo diretor-geral do Detran-DF, Alírio Neto. Sob a gestão do ex-deputado distrital, o departamento quer implementar novidades nos próximos seis meses. Uma delas é a anulação de motoristas que tiverem um “bom comportamento” no trânsito. As informações foram divulgadas pelo site Metrópoles.

Os motoristas que cometerem infrações leves ou médias recebem em casa apenas uma notificação por escrito. Mas, para ter direito ao benefício, o condutor deve ter “ficha limpa” por um determinado período, que deve ser estabelecido pelo departamento. Mas, o benefício é válido apenas para a primeira autuação. Em caso de reincidência, haverá a aplicação de penalidades em dinheiro.

“Quem estiver sem multa por um período e cometer uma infração leve ou média receberá uma notificação”, garante Alírio. A medida tem respaldo legal. O Artigo nº 267 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) dá ao órgão executivo de trânsito o poder de transformar em advertência escrita multas leves e médias. Para isso, o condutor não pode ser reincidente na mesma infração nos 12 meses anteriores ao flagrante notificado.

Condutores pegos na Lei Seca devem passar por acompanhamento especializado – Outra novidade anunciada por Alírio é a cobrança de tratamento psicológico para condutores flagrados na Lei Seca e que são comprovadamente alcoólatras. A proposta é implantar mais uma etapa para que o infrator tenha de volta a sua CNH.

“Psiquiatras e psicólogos vão orientá-los para tratamento toxicológico ou de alcoolemia. Se a pessoa não se cuidar, terá mais dificuldade para recuperar o direito de dirigir”, explicou Alírio ao Metrópoles.

Segundo o ex-parlamentar, a ideia não é punir o motorista, mas oferecer a ele uma alternativa de tratamento. Além disso, ele promete que o Detran vai amparar vítimas de acidentes de trânsito. “Também vamos criar um projeto para ajudar as vítimas de acidentes graves a recuperarem a confiança no trânsito”, acrescenta.

Pardais serão substituídos por barreiras eletrônicas em pontos com alteração de velocidade – O Detran também quer mapear onde há mudança de velocidade máxima ao longo de uma via. Nesses locais, os primeiros pardais serão substituídos por barreiras eletrônicas.

Avaliação da população – Os serviços do órgão podem ser objeto de avaliação pelos motoristas. Alírio afirma que isso deve ser feito por meio de um sistema eletrônico. Os postos de atendimento do Detran, segundo Alírio, são alvo de reclamações recorrentes da população.

Parceria com o DER-DF – A nova gestão do departamento deve desenhar uma parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O objetivo é que os departamentos realizem, em conjunto, pequenas obras para melhorar a fluidez do trânsito e corrigir distorções viárias. O DER-DF executaria os serviços enquanto o Detran-DF financiaria as obras.

BSB Mobi

Site especializado em notícias sobre mobilidade urbana, especialmente na região do Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar