Infraestrutura

DF: Reforma na Rodoviária do Plano Piloto deve durar até julho de 2020

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Terminal rodoviário passa por obras há três anos


A reforma que acontece há três anos na Rodoviária do Plano Piloto deve ser 100% concluída somente em julho de 2020. Até agora, o governo concluiu 72,59% das ações de manutenção ao custo de R$ 26 milhões. As informações são do jornal Correio Braziliense.

Os serviços executados no terminal incluem a substituição das esquadrias em alumínio e vidros da galeria técnica, execução de novas instalações elétricas, eletrônicas, hidráulicas, sanitárias e de gás, assim como de sistema contra incêndio e central de ar-condicionado.

Interdição na Rodoviária do Plano Piloto

Desde a última quinta-feira (27/06/19), uma parte da plataforma superior do terminal, no sentido Norte-Sul, entre o Conic e o Conjunto Nacional, está completamente interditada. Quem faz esse trajeto, utiliza a pista do sentido oposto, que funciona em mão dupla. O bloqueio acontece porque a estrutura do complexo viário está danificada, com risco de desabar.

Um laudo da Novacap identificou uma série de falhas: rompimento de cabos de protensão de longarinas por corrosão, movimentação anormal com abertura de frestas em vigas de encabeçamento do caixão perdido da plataforma superior, problemas de infiltração, problemas com estrutura do reservatório de incêndio, corrosão nos guarda-corpos dos viadutos, fissuras de vigas e lajes.

De acordo com o governador Ibaneis Rocha (MDB), a situação deve voltar ao normal em três meses. No entanto, a Secretaria de Obras, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) ainda precisa fazer uma licitação em caráter emergencial para recuperação do terminal. Só após o processo licitatório e a contratação da empresa vencedora, as obras começarão. A partir daí, será possível estimar uma data de entrega.

Linhas de ônibus

Por conta do bloqueio, os ônibus do transporte público passam a embarcar próximo à Plataforma “A”, no piso inferior. O DFTrans explica que o local utilizado é o mesmo de onde partem os ônibus fretados por órgãos públicos (tribunais, agências, Câmara e Senado).

Confira abaixo os novos locais de embarque:

  • Varjão, Planaltina e Sobradinho I e II – Piso inferior, próximo à Plataforma “A”;
  • Transporte Vizinhança (antigo “Zebrinha”) – Piso inferior, próximo à Plataforma “A”;
  • Linhas paradoras do BRT via Eixo Sul (2202 e 2302) – Piso inferior, Plataforma “B”;

Confira aqui a lista completa das linhas com ponto de embarque alterado

BSB Mobi

Site especializado em notícias sobre mobilidade urbana, especialmente na região do Distrito Federal e Entorno.

Comentar

Clique aqui para comentar