Notícias Ônibus

DF: Urbi Mobilidade apresenta ônibus novos

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Veículos circularão em cinco cidades: Recanto das Emas, Samambaia, Riacho Fundo (I e II) e Núcleo Bandeirante


A empresa de ônibus Urbi Mobilidade apresentou, nesta quarta-feira (20/11/19), parte de sua nova frota. São 25 veículos zero km, que circularão em cinco cidades: Recanto das Emas, Samambaia, Riacho Fundo (I e II) e Núcleo Bandeirante.

Ao todo, a empresa adquiriu 133 ônibus novos. A promessa é que todos esses carros cheguem até o fim do ano. A novidade foi divulgada em primeira mão ao site BSB Mobi no mês de outubro. Na época, 16 veículos entraram em operação.

Fazem parte desta frota 46 ônibus com portas também do lado esquerdo. Esses veículos devem circular pelas faixas exclusivas da via EPTG, onde atualmente vigora um esquema de reversão de sentido nas pistas destinadas a ônibus durante os horários de pico.

Segundo a Secretaria de Transporte e Mobilidade, 258 ônibus novos passaram a circular em 2019. Até o fim do ano, mais 470 serão substituídos, totalizando 728 coletivos novos. A frota de ônibus do Distrito Federal é composta por 2.822 veículos, com tempo médio de uso 5,5 anos.

Carreata

Os veículos foram apresentados na garagem da empresa, em Samambaia Sul. Em seguida, os veículos saíram em uma carreata que percorreu as principais ruas da região. O administrador regional da cidade, Gustavo Aires, ressaltou que “a população terá um transporte de qualidade, com mais eficiência”. “São ônibus novos, mais confortáveis, oferecendo mais conforto e comodidade para os moradores de Samambaia”, pontuou.

Os ônibus

Os veículos são do modelo Apache Vip IV, produzido pela encarroçadora Caio Induscar. Tem chassis OF-1721, de motorização na parte dianteira fabricados pela Mercedes-Benz.

De acordo com a Caio Induscar, “todos os veículos possuem recursos tecnológicos como o sistema multiplex, o qual proporciona ao condutor o controle total das funções do ônibus e auxilia na identificação de falhas operacionais e elétricas; itinerários eletrônicos em LED e sistema de monitoramento interno por câmeras, oferecendo maior segurança para todos que utilizam o transporte coletivo”.

O diretor executivo da Urbi, Lucas Santos, explica que, em comparação ao modelo anterior (fabricado em 2013), a emissão de poluentes poderá ser reduzida em até 80%. Os veículos contam ainda com suspensão pneumática e freio ABS, o que proporciona mais conforto para motoristas e usuários. “Temos orgulho de ter um contrato que nos permite renovar a frota e manter a preservação de serviço público de qualidade”, destacou Lucas.

* Edição de texto: Higor Viana

Ricardo Vieira

Comentar

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta